terça-feira, 14 de fevereiro de 2012

Lendas e Mitos V

Hoje é o dia de São Valentim (Valentine´s Day), também conhecido como Dia dos Namorados, o qual é comemorado mundialmente no dia 14 de fevereiro, data celebrada em muitos países do mundo com herança católica, por causa da morte do bispo romano Valentim. O bispo viveu durante o governo do imperador Cláudio II, o qual havia proibido a realização de casamentos, com o objetivo de formar um poderoso exército. Porque os jovens sem família se alistariam com maior facilidade. No entanto, Valentim continuou a celebrar casamentos em segredo e quando foi descoberto, o sentenciaram à morte. Sentença cumprida em 14 de Fevereiro de 270. Por defender o amor, o dia de sua morte do santo (Dia de São Valentim), ficou conhecido como dos namorados. Infelizmente no Brasil, a data foi alterada, por interesses puramente comerciais, perdendo o real objetivo, que é homenagear aquele que lutou em nome do amor e da família.

Por isso, é no espírito do verdadeiro Dia dos Namorados, que no dia mais romântico do ano, vamos falar da lenda sobre aquele que inspira todos os enamorados do mundo, o deus grego Eros, mais conhecido por seu nome romano, o Cúpido.

Eros tem uma história controversa, alguns estudos afirmam ser ele um dos deuses primordiais, filho do Caos, ou seja, que estaria presente durante a criação. Porém há uma história, contada por Platão, que afirma ser Eros filho de Pínia e Poros, concebido durante um banquete em homenagem a deusa Afrodite.

Já outros afirmam que Eros era filho da própria Afrodite, deusa do amor, com seu irmão Ares, o deus da guerra. No entanto, há algumas versões que possuem no lugar do nome de Ares, o nome de deuses como Hefesto e Hermes, ou até mesmo do pai de Afrodite e Ares, Zeus. Porém algumas características marcantes do deus Eros, indicam que provavelmente seria mesmo o filho do deus da guerra com a deusa do amor.

Eros é visto como um dos deuses mais poderosos, pois teria herdado a beleza irresistível da mãe e todos os poderes característicos da deusa do amor, mais o poder de conquista do deus da guerra, por isso é descrito sempre em posse de seu arco e flecha, de mira certeira. Quanto a ter asas ou de sua real aparência, a controversa é ainda maior. Hoje o deus não é só lembrado mais pelo nome romano, o Cúpido também é descrito como um garotinho de aparência angelical, de asas brancas e geralmente nu. Porém Eros é descrito em lendas como a de Psiquê, como um belo e sedutor jovem.

Seja como for, Eros sempre inspirou, inspira e, provavelmente, ainda será inspiração para enamorados e também artistas por todo o mundo.

Um brinde ao deus do amor e feliz Dia de São Valentim!


NOTA: De acordo com alguns filmes e programas de TV, como a série Chaves, o dia de São Valentim não é só o dia dos namorados, mas também o dia do amigo. Seria um dia para celebrar o amor e a amizade. Inclusive em alguns lugares, como o México (país de origem de Chaves), eles trocam cartões como acontece nos Estados Unidos e também presentes, tanto entre os namorados, como entre os amigos mais queridos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário