terça-feira, 15 de fevereiro de 2011

Terceiro episódio de 'Alma e Sangue' adiado

POST ATUALIZADO no dia 28 de fevereiro de 2011 (Nova data, passou do dia 28/02 para o dia 03/03).


Adiada para o dia 03 de março a estreia do episódio 3 da websérie Alma e Sangue de Nazarethe Fonseca.

Nas últimas semanas o inovador projeto da Editora Aleph, em parceria com a Delicatessen Filmes, ganhou novos fãs e também algumas críticas, mas faz parte. Sempre tem aqueles que nunca vão concordar com a adaptação audiovisual, independente se é uma websérie, uma série de TV, ou uma mega produção hollywoodiana como a série de filmes do Harry Potter.

O fato é que ao lermos um livro, imaginamos todo aquele universo descrito e além do fato de ninguém imaginar exatamente a mesma coisa, nem sempre dá para passar para o audiovisual o que se imagina. Tudo depende de saber fazer e depois de ter dinheiro para fazer. Porém, de tudo, creio que o campeão em reclamações de uma adaptação, sempre é a seleção do elenco.

Porque o Daniel Radcliffe não tem os olhos verdes como o Harry Potter, ou porque o Brad Pitt não é moreno para ser o Louis de Entrevista com o Vampiro, ou mesmo porque o Tom Cruise é baixinho para ser o Lestat das crônicas vampiresca de Anne Rice... Não importa. O que realmente é importante, é o ator que veste a camisa e personifica a criação de um escritor de corpo e, principalmente, de alma. Porque não basta só ser fisicamente parecido, por exemplo, acho que a maquiagem do Tom Cruise ficou incrível no Entrevista com o Vampiro, perfeito com a descrição do loiríssimo Lestat, mas quem incorporou o vampiro de Anne Rice foi mesmo o Stuart Townsend, mesmo com seu vampiro Lestat moreno.

Por isso eu digo, Vanessa Jardim e Felipe Palhares estão ótimos na pele do casal de vampiros Kara e Kmam e em uma produção para o cinema, nada que uma grana extra para o pessoal da maquiagem e figurino não resolva. Porque os dois incorporaram Kara e Kmam com perfeição.

Quanto ao Lord Bruce (interpretado por Guilherme Erthaal), confesso que não o imaginava tão afetado. Porém um amigo escritor, mesmo sem conhecer a história de Nazarethe Fonseca me falou algo, que me fez pensar que era bobagem minha: Como queria que a autora descrevesse seu personagem gay? Ele "desmunhecou" para direita ou esquerada... Claro que não.

Já Seth, gostei de primeira, mas nunca pensei muito sobre o inimigo declarado do rei Ariel, eu simplesmente gostei da atuação de Roberto Marques.

Atuar assim como produzir um filme, mesmo um curta, é bem mais complicado que parece e é por isso que existe cursos e faculdades. Se fosse simples, todos os participantes de reality show teriam virado atores de renome internacional e as produções não iam precisar de grandes equipamentos, nem de equipe para produzir um filme de Hollywood. Câmera na mão e uma ideia na cabeça é apenas um sonho poético do cinema brasileiro, nenhuma produção profissional é feita desse jeito... Nem A Bruxa de Blair, que para ser como é, ainda precisou de produção e equipamento para filmagem mínimo, ou não teria como exibir o filme nos cinemas.

Voltando a websérie Alma e Sangue, fiquei impressionada como um país sem tradição audiovisual no gênero fantástico, pode produzir tão bem uma história sobre vampiros, sem ficar trash. Isso me animou muito, pois histórias não faltam. A literatura fantástica brasileira nunca esteve tão bem. Criatividade dos nossos autores está a mil e tem muito mais que vampiros "adolescentes" na lista de livros fantásticos perfeitos para o cinema. Os escritores fantásticos brasileiros, como Nazarethe Fonseca, gostam de se aventurar entre os vários mundos fantásticos e falam de vampiros, lobisomens, bruxas, dragões, anjos e companhia. Imagine todos no cinema? Seria fantástico!

Quem ainda não conhece a saga Alma e Sangue, veja o trailer oficial da websérie, que após alcançar a marca de 3000 acessos, atualmente tem mais de 3200. Os 2 episódios da websérie podem ser vistos no site oficial Alma e Sangue (www.almaesangue.com.br), ou no Canal Alma e Sangue. Ambos com número de acessos bem promissores, onde o primeiro episódio já passou dos 1.000 acessos, tanto no site oficial como no Canal.

Para quem desconhece, a websérie Alma e Sangue foi baseada nos livros homônima, publicados pela Editora Aleph e escritos pela autora Nazarethe Fonseca. A ideia era levar ao mercado editorial brasileiro a narrativa transmídia, que já é muito usada para contar histórias ligadas a séries de TV ou filmes. Tais projetos, geralmente, envolvem grandes estúdios e é a primeira vez que adotam a ideia para um livro, antes mesmo dele ter um filme produzido. A narrativa transmídia, é uma forma de contar mais de uma determinada história, sem reproduzir algo já contido nela, como um conto, só que usando o audiovisual.

O argumento da websérie de Alma e Sangue é da própria autora, que mostra um pouco da trama já conhecida, pois possui elementos encontrados nos livros, mas trata-se de uma história totalmente nova. O roteiro ficou a cargo do também direitor Caio Cobra.

Para quem ainda não viu e curte uma boa história de vampiro, aproveite para ver os 2 primeiros episódios e conheça a vampira Kara, Jan Kmam, Lord Bruce e Seth. Também há um novo conto, com o Senhor dos Lobos e o Rei dos Vampiros, no site oficial.


Para ver os episódios, acesse o site oficial, ou o Canal Alma e Sangue:
http://almaesangue.com.br/episodios/episodio01
http://almaesangue.com.br/episodios/episodio02
http://www.youtube.com/user/almaesangue

Veja outras fotos da produção e wallpapers, no site oficial da saga Alma e Sangue:
http://almaesangue.com.br/episodios/galeria
http://www.almaesangue.com.br/downloads.php

Leia os contos no site oficial da saga Alma e Sangue:
http://www.almaesangue.com.br/contos.php

Visite o blog da autora Nazarethe Fonseca:
http://nazarethefonseca.wordpress.com


Gostou da websérie Alma e Sangue?
Divulgue em seu blog/site, copiando o código:




Nenhum comentário:

Postar um comentário