terça-feira, 9 de fevereiro de 2010

Colaboração XIII

Wicked - Maligna (Resenha)

Desafiando a Gravidade


Quando L. Frank. Baum criou os interessantes personagens do livro O Mágico de Oz em 1900, ele não imaginaria que 95 anos depois sua obra seria recontada pelo ponto de vista da vilã da história, a Bruxa Má do Oeste.

Em Wicked - Maligna escrito por Gregory Maguire em 1995 e publicado no Brasil pela Ediouro em 2006, entendemos um pouco mais o porque de Elphaba (o nome da Bruxa Má do Oeste) ser do jeito que é. O livro é um pouco mais adulto, político e filosófico do que O Mágico de Oz mas não deixa de ser interessante descobrir o porque de Elfinha (apelido carinhoso dos amigos e parentes para Elphaba) ter acabado do jeito que acabou.

Começando com flashbacks com o nascimento da futura bruxa má de Oz (que nasceu verde!) e pelo jeito como seus pais a tratavam, sempre preferindo a irmã, mesmo estando em uma cadeira de rodas, Elphaba era repudiada pela mãe que tinha horror a ela por ter nascido com dentes pontudos e ser verde.

Quando adolescente, Elphaba vai para a universidade de Shiz onde conhece a futura bruxa do Norte, Glinda que torna sua colega de quarto apesar de ambas saberem não terem nada em comum. Glinda é mimada demais, fútil demais e boba demais enquanto que Elphaba sempre diz o que pensa e se torna militante dos animais usados em experiências da Univerdade. Mas mesmo assim, a excentricidade de Elphaba chamou a atenção de Glinda que viu que poderia ter uma amiga em Elfinha.

Elphaba conhece ainda na Universidade, Fiyero um aluno sedutor e charmoso que diferente dela não gosta de estudar, mas acaba se apaixonando por ela. Eles acabam se encontrando anos mais tarde quando ele está casado e ela vira uma terrorista militar (tendo que se esconder em casas de familiares e desconhecidos) e acabam tendo um caso sem ninguém saber onde conversavam sobre os acontecimentos em OZ além de política e filosofia é claro.

Vale destacar que mesmo odiando a irmã Nessa que possuia os famosos sapatos mágicos que mais tarde serão dados a Dorothy por Glinda, Elphaba sempre teve desejo em possuir os sapatos o que mostra a parte final do livro em sua busca pelos sapatos que são seu por direito e que Glinda deu sem sua autorização para a estranha invasadora que matara sua irmã com uma casa.

Em 2008, Gregory Maguire lançou a sequência de Wicked, O Filho da Bruxa também já lançado no Brasil pela Ediouro.


O livro fez tanto sucesso nos Estados Unidos, que acabou gerando um musical na Broadway adaptado de uma maneira mais sutil e menos trágica. Como diria minha amiga Clarisse, o musical é quase um filme da Disney em comparação com o livro, mas está bem fiel ao livro também, mesmo com todas as mudanças ocorridas para deixar ele menos pesado, incluindo as músicas escritas para contarem a história que ninguém sabia sobre Elphaba, Glinda e todos os personagens do fantástico mundo de Oz com personagens estranhos, bizarros ao mesmo tempo que fantásticos.

As atrizes mais famosas que interpretaram Elphaba e Glinda foram Idina Menzel e Kristin Chenoweth e o número "Defying Gravity" é o hit mais famoso do musical que inclusive foi tocado recentemente em um episodio da série musical Glee.


Voces podem checar o video do trailer do musical abaixo:

http://www.youtube.com/watch?v=a0m6sclZkH0

(Clique no link para ver o video.)


E abaixo uma perfomance de Idina e Kristin da música "Defying Gravity" no Tony Awards. De arrepiar!




Texto Original:
Repórter de Aço de Louise Duarte

Nenhum comentário:

Postar um comentário