quarta-feira, 27 de fevereiro de 2013

Dezesseis Luas


São novos tempos, nada é simplesmente bom ou mau.

O filme 'Dezesseis Luas' (Beautiful Creatures) seria um típico filme fantástico feito para o público adolescente, mas inclui em seu roteiro algumas questões interessantes que enriquece a trama. Como conflitos de família e social, intolerância religiosa e discriminação aos que são diferentes da maioria. Focando na ideia de que ser diferente, não quer dizer algo ruim.


Com direção e roteiro adaptado de Richard LaGravenese, baseado na história do livro de mesmo nome escrita por Kami Garcia e Margaret Stohl, 'Dezesseis Luas' conta uma fantástica história de humano que se envolve com ser sobrenatural. Só que, diferente da maioria das histórias do tipo, essa é narrada do ponto de vista de um jovem humano, Ethan Wate (Alden Ehrenreich).


Ethan é um estudante do colegial, que começa a ter estranhos sonhos com Lena Duchannes (Alice Englert), antes de conhecer a aluna recém chegada. Diferente de Ethan que é bem social, Lena é o tipo quieta, desde que não seja provocada, a qual faz parte de uma família local, antiga e com fama de adoradores do diabo.

Lena irá completar 16 anos e se isso já não fosse um grande acontecimento para os jovens americanos, ela também terá um grande mudança em sua vida. Descendente de uma família de bruxos, tem que lidar com a maldição que as mulheres da família carregam.


O ator Jeremy Irons, que interpreta Macon, o tio de Lena, é um poderoso bruxo disposto a fazer qualquer coisa para cumprir a promessa que fez a mãe de Lena, protegê-la da maldição da família. E tudo estava indo bem, até Ethan cruzar o caminho de Lena. A atração entre os dois é irresistível, para desespero de Macon, que procura Amma (Viola Davis), para ajudá-lo a afastar o jovem de sua sobrinha.


Destaque para a dupla performa de Emma Thompson como a fanática religiosa local, Senhora Lincoln, e Sarafine.

O filme tem uma ótima fotografia, bem trabalhada para compor o universo fantástico da história, junto aos efeitos digitais que não são pouco, já que os bruxos de 'Dezesseis Luas' gostam de usar seus poderes. No entanto, o que chama atenção é a ótima trilha sonora e edição de som, usadas brilhantemente para trabalhar momentos onde a magia está ativa.


'Dezesseis Luas' tem estreia marcada para o dia 1° de março nos cinemas brasileiros e é uma ótima pedida para o público adolescente em geral, especialmente os fãs do cinema fantástico e para os que curtem o gênero fantasia em geral, com toque sobrenatural.


Um comentário: