sexta-feira, 1 de outubro de 2010

Darkness Rising in Rio 2010

No dia 26 de setembro ocorreu o primeiro Darkness Rising no Rio de Janeiro (RJ).

O evento reuniu fãs do gênero fantástico, tanto de séries de TV e filmes, como da literatura fantástica mundial. Um tipo de evento que a muito tempo não se via no Rio, desde a época dos lendários eventos da série Arquivo X.

Havia atividades para todos os gostos. Fã-clubes foram convocados, assim como autores de nossa atual literatura fantástica. A Giz Editorial, parceira do nosso programa apoiou o evento, junto com duas outras editoras que estão incentivando a literatura fantástica no país, desde que trouxeram Harry Potter e Crepúsculo para as livrarias brasileiras, a Rocco e a Intrínseca.

Mesmo que tenha ocorrido atraso na programação. Não foi algo que atrapalho o clima animado do evento, que começou com o autor Adriano Siqueira, criador do site Adorável Noite e parceiro do Contos Sobrenaturais (da rádio Digital Rio), dando uma "adorável noite" para os presentes. O que foi perfeito já que a iluminação dos dois palcos, onde ocorria as principais atividades, estavam quase na penumbra, criando uma noite falsa e permitindo que todos entrassem no clima do evento de cabeça. (Só foi ruim para quem tinha que fotografar, sem auxílio de fotógrafo entendido no assunto... Resumindo, eu. Por isso, perdoem as fotos um tanto escuras.)

Depois de darmos uma "adorável noite", o video de abertura do primeiro Darkness Rising mostrou o que o evento buscava, com imagens do melhor do fantástico sobrenatural da atualidade, ao som do 'This is Wars' do 30 Seconds To Mars.


VIDEO DE ABERTURA DO
PRIMEIRO DARKNESS RISING
(2010)

video


Não podiam ter escolhido melhor trilha para o primeiro evento, afinal a muito tempo que os cariocas lutam para ter um evento cultural do porte do Darkness Rising. Que esperamos que seja apenas o primeiro de muitos outros, afinal há vários autores incríveis na cidade e de fora, que os fãs que são do Rio querem conhecer pessoalmente. Bienal do Livro a cada 2 anos é muito pouco para os cariocas, que mordidos pela febre vampiresca, estão com sede de literatura fantástica.

Havia stands para compras de primeira necessidade do fã, que iam desde fantasias complestas até bonecos e acessórios indispensáveis (como o Sabre de Luz que eu comprei). Também foram vendidos no hall de acesso ao palco 2, onde ocorreu as palestras e workshops, vários livros dos autores presentes no evento. Uma verdadeira benção e tentação, porque com um autor presente, já fica difícil resistir em comprar um de seus livros e autografá-lo. Imagine vários?

Eu tive a chance de rever autores que já conhecia pessoalmente, como o Adriano Siqueira (Amor Vampiro) e Andres Carreiro (A Essência do Dragão). Também tive a chance de conhecer outros que só conhecia de tuitagem, como Nana B. Poetisa e Leandro Schulai. Além disso, conheci novos autores como a Alícia Azevedo, de Tratado Secreto de Magia, antologia a qual finalmente pude comprar e ainda com autógrafo de dois dos autores participantes (da Alícia Azevedo e do Adriano Siqueira). Tive a oportunidade de conhecer outra antologia sobrenatural, com a participação da Alícia Azevedo, Moedas para o Barqueiro - Volume I. Essa coletânea também tem a participação da autora Georgette Silen, que infelizmente não pode comparecer ao evento.

Seguindo agora um pouco da programação do Darkness Rising, após a abertura oficial do evento, o público tinha a opção de confraternizar com outros fãs e trocar idéias em painéis dedicados a alguns fandoms em especial e o palco 1 foi todo deles. Passaram por eles fã-clubes e fãs de Anne Rice, Crepúsculo, Parcey Jackson, Harry Potter, Star Trek, Sobrenatural...

Também não faltou Cosplay e RPG, que estava bem representado por Marcelo Del Debbio, que fez uma palestra muito legal sobre criação e publicação de livros de RPG. Assisti a dois Workshops nota 10. Um feito por Adriano Siqueira, que falou sobre 'como se promover na internet', com foco nos autores nacionais. E outro com Leandro Schulai, autor de O Vale dos Anjos, que falou sobre 'como escrever seu livro'. Achei a troca de informações muito válidas, pois nada melhor que tê-las direto da fonte, de quem passou por todo o processo.

Gostei também de observar a união entre os autores de literatura fantástica nacional. (Afinal somos nós que temos que valorizar o que é brasileiro.) Os autores prestigiavam os colegas de profissão, assistindo as palestras, indicando livros...

A troca de experiências se deu na maioria das mesas, em debate, do evento. Algo que achei de extrema valia, onde os autores conheciam melhor seus leitores enquanto os aspirantes a escritores, e muito interessados em saber mais e mais, aprendiam como é a vida de um escritor.

Antes do encerramento do evento, aconteceu um debate com todos os autores presentes, que infelizmente eu não pude ver até o final, mas quem ficou até o fim para assistir, gostou muito e assim como eu, saiu desse primeiro Darkness Rising com gostinho de quero mais.


Sobre os autores presentes no evento, tivemos quase um clube do Bolinha no bate-papo de abertura, dada a ausência de Georgette Silen, que não pode comparecer por problemas pessoais de última hora. No entanto, chegaram a tempo duas das autoras que representavam o pequeno time feminino do evento, Ana Flávia Abreu (Kôra – O Pressentimento do Dragão) e Fernanda Matias (Almas Gêmeas). Entre o time masculino presentes nesse bate-papo inicial, além de Adriano Siqueira, Andres Carreiro, Marcelo Del Debbio e Leandro Schulai, estavam os autores Felipe Pierantoni, Thiago Fernandes, JP Balbino e Gustavo Drago.

Nana B. Poetisa estava cobrindo o evento para a Revista Fantástica, mas claro que não podíamos deixar de exigir sua presença no palco.

Outros autores se reunirão ao grupo no decorrer do evento, como Raphael Draccon, Ana Lúcia Merege e Alicia Azevedo.

E para quem não foi e está triste por ter perdido esse evento realmente fantástico, teve mais... Sim, para completar o dia com chave de ouro, os fãs de vampiro tiveram o privilégio de conhecer parte dos atores e equipe de produção da peça vampiresca '
A Grande Marionete', inspirada em clássicos das histórias de vampiro. Ouso dizer que trata-se da primeira grande produção carioca envolvendo vampiros. Com um figurino incrível, uma história que seduz e atores que com um simples olhar, faz você pensar "Vampiro!"; é irresistível não se deixar envolver pelo abraço do vampiro. Maiores informações sobre a peça, no flickr do @grandemarionete, onde há foto dos bastidores da produção e no site oficial. A peça estreia amanhã (02/10) e a temporada vai até o dia 21/11. Quem for do Rio de Janeiro e proximidades, não pode perder e para quem precisa de um incentivo extra, a Digital Rio está com uma promoção que dá flayers com 50% de desconto para assistir a peça.

Eu só tenho elogios ao
@grupowanderlust, por proporcionar aos cariocas tamanho evento e esperamos por mais. Na verdade, exigimos. Tem uma lista de autores que os fãs do Rio querem muito conhecer, trocar ideias e ter a chance de autografar seus livros. (Só eu tenho uns seis.) Quero agradece e dizer que adorei conhecer Felipe Angell e Lithachan, que foram ótimos e muito atenciosos. Parabéns a toda a equipe de produção do Darkness Rising, autores presentes, fã-clubes e a companhia de teatro Artesanal.


The age of man is over
A darkness comes and all
These lessons that we've learned here
Have only just begun

('Kings And Queens' do 30 Seconds To Mars)

Nenhum comentário:

Postar um comentário