segunda-feira, 19 de novembro de 2012

'Amanhecer – Parte 2: O Final'


Um bom filme na minha opinião não é só um filme bem feito, é também um filme que fala ao público alvo.

'Amanhecer – Parte 2: O Final', o último filme da Saga Crepúsculo, só no final de semana de abertura aqui no Brasil, levou mais de 3,3 milhões de espectadores aos cinemas brasileiro, quase o dobro em relação aos 1,7 milhão de 'Amanhecer - Parte 1'.

O filme foi lançado em mais de 1.200 salas e foi visto por 1 milhão de pessoas no dia de estreia, 15 de novembro, feriado brasileiro da Proclamação da República. Quando só em venda antecipada, já tinha ultrapassado a marca de 600 mil bilhetes, o dobro do filme anterior.

No Brasil, o filme mais visto da Saga foi 'Amanhecer – Parte 1', que levou 7,1 milhão de pessoas aos cinemas em 2011 e espera-se que a parte 2 supere a marca.

O filme não teve Cabine de Imprensa, não há notificações oficiais, mas talvez o fato da crítica brasileira em geral adorar atacar os filmes, tanto quanto a série de livros, tenha a ver com a falta da cabine do filme.

Eu, particularmente, não tenho nada contra os livros da Stephenie Meyer tão pouco contra os filmes e o fato de não serem o tipo de filme que eu goste tanto, não me motiva a criticá-los sem razão.

Primeiro que os filmes não são meros dramas, tão pouco romances. São antes de tudo filmes de cinema fantástico e só por isso, devemos ter em mente que a falta de tal tradição cinematográfica no Brasil, torna a maioria das críticas um tanto quanto sem razão de ser.

Eu mesma só gostei do primeiro filme, 'Crepúsculo', com seu estilo cinema independente, que aparentemente é o mais odiado de todos, curiosamente não só pela crítica, como pelos fãs.

Vi 'Lua Nova' e 'Eclipse', mas não gostei de nenhum deles, só dos livros. E não vi 'Amanhecer - Parte 1' simplesmente porque comecei a ler o livro e não gostei. Como não faço o tipo masoquista, simplesmente deixer de ler o livro e ponto final. Porém ao ver o trailer de 'Amanhecer - Parte 2: O Final' fiquei curiosa em ver Bella vampira.

Assim, como tantos fãs que lotaram as salas de cinemas pelo Brasil no fim de semana passado, eu não resisti a tentação de ver o filme que fechava a saga.


Nem de um lado, nem de outro...

No fim das contas, minha opinião nem fica do lado dos fãs, pois continuo gostando do primeiro filme da série cinematográfica, mas também não consigo ficar do lado dos críticos, pois mesmo sem ver a parte 1 ou terminar de ler o livro 'Amanhecer', eu curti muito 'Amanhecer – Parte 2: O Final'.

O filme superou minhas espectativas, tem um roteiro bem feito, pois mesmo que fosse tecnicamente a parte 2 da história, não tive problema de entender o filme sem ver o 1.

Creio que para quem não leu o livro, o filme surpreende mais, há momentos que eu xinguei muito tanto Meyer, quanto Navarro (diretor), já que não tinha lido o livro e não fazia ideia do que ia rolar em seguida. Porém tive que aplaudir o trabalho de ambos ao fim do filme. Porque Meyer escreveu uma boa história, que fala perfeitamente ao público alvo, enquanto a direção de Navarro foi importante para tornar a parte final da série cinematográfica espetacular.

Acho que filmes, além de terem que seguir alguns padrões básicos, precisam agradar seu público alvo e 'Amanhecer - Parte 2: O Final' cumpre seu papel. Eu, particularmente, até que me diverti vendo o filme e também com a reação dos espectadores na sala lotada de cinema... Desde comentários animados, até gritaria durante a sequência mais tensa do filme. Isso é fazer um bom cinema! Criticar o que não gosta é muito fácil, quero ver elogiar.

Eu assumo que não sou fã e tão pouco gosto de Bella e Edward, na verdade o que me levou ao cinema para ver 'Crepúsculo' foi o ator Peter Facinelli, do qual sou fã. Nem tinha lido os livros na época. Porém tenho que admitir que a produção da saga fez o melhor e está de parabéns pelo trabalho.

'Amanhecer – Parte 2: O Final' é um filme do cinema fantástico de drama romântico, com conteúdo sobrenatural e doses de ação, enquanto os livros da série de Meyer são chick sobrenatural. Por isso eu recomendado para quem curte cinema fantástico de conteúdo sobrenatural que segue o gênero. Quem curte terror sanguinário estilo Drácula, não vai encontrar nesse filme.

Já quem curte o tipo de filme ou é fã, se tiver uma sala IMAX em sua cidade, aproveite para ver o filme em alta definição e com qualidade sonora de última geração. (Aviso que só há cópia em IMAX 2D.)

O roteiro conta a conclusão da história de amor da humana Bella e do ser sobrenatural Edward, que lembra muito a história de 'Romeu e Julieta', só que mais romântica e menos política. Agora é conferir o filme para saber se o final também seguirá a tragédia clássica de William Shakespeare ou terá um fim diferente.


NOTA: Só recomendo que as produções americanas comecem a usar mais o Google no trabalho da Direção de Arte, porque aqueles "índios brasileiros" made in China são uma vergonha.

Nenhum comentário:

Postar um comentário