terça-feira, 13 de novembro de 2012

20 anos do filme 'Drácula de Bram Stoker'

"O amor nunca morre."

No ano que os fãs do Conde Drácula comemoram o centário de morte do autor Bram Stoker, brindando alegremente a imortalidade de sua obra e não com tristeza de sua partida desse mundo; um dos filmes mais famosos e apreciados, já produzidos, com roteiro inspirado em 'Drácula', o filme 'Dracula de Bram Stoker', completa 20 anos.

'Drácula de Bram Stoker' (Bram Stoker's Dracula) é um filme americano que estreio nos cinemas na sexta-feira 13 de novembro de 1992. Baseado na obra literária do irlandês Bram Stoker, o filme foi dirigido pelo renomado diretor Francis Ford Coppola, também diretor de sucessos como a trilogia 'O Poderoso Chefão', e com um elenco de igual talento, composto pelos atores Gary Oldman (Drácula), Winona Ryder (Mina), Keanu Reeves (Jonathan Harker), Professor Abraham Van Helsing (Anthony Hopkins), Sadie Frost (Lucy Westenra) entre outros.


Sinopse

O filme inicia na época em que Vlad Tepes, também conhecido por Drácula, defendia a igreja cristã na Romênia contra o ataque dos turcos. Vencendo a todos em nome de Deus, para se vingar, o inimigo faz a noiva de Drácula, Elisabetha, acreditar que o noivo havia morrido, a qual se mata por não suportar viver sem ele.

Quando Drácula volta da guerra e descobre não só que sua amada estava morta, como seria uma alma amaldiçoada, condenada ao inferno, sentindo-se traído pela igreja que defendeu ele renega a Deus e amaldiçoa a igreja, num brinde profano com sangue.

Quatro séculos se passam e Drácula reencontra a reencarnação de Elizabetha, em Londres, na forma da noiva de Jonathan Harker, Mina.


Jonathan Harker encontra-se com Drácula em seu decadente castelo, para finalizar a compra de um imóvel na capital inglesa e é feito prisioneiro. Enquanto Drácula se encaminha à Inglaterra para reencontrar sua amada, Harker é deixado no castelo com as três irmãs vampiras.

Curiosidade sobre o filme:
- Na premiação do Oscar 1993, o filme venceu nas categorias de melhor figurino, melhores efeitos sonoros e melhor maquiagem.
- No Brasil, o filme foi lançado no dia 25 de dezembro (do mesmo ano do lançamento original) e foi um ótimo presente de Natal para vários dos fãs.
- 'Drácula' sempre foi associado a sedução e erotismos, desde que ganhou as telas do cinema na pele de Bela Lugosi, por isso é interessante destacar que no mesmo ano foi lançado pela rainha do pop, Madonna, seu album mais polêmico, o Erótica. Que tornou algumas árvores de Natal da época mais HOT que de costume.

Esse ano o Natal também promete ser bem HOT, após 20 anos, além do centenário de morte de Bram Stoker, junto com os 115 anos da publicação de 'Drácula', temos o lançamento no Brasil da igualmente polêmica série de livros de E.L.James, a Trilogia 50 Tons, que ganha um box especial com os 3 livros. Série de livros escrita por uma fã da Saga Crepúsculo (inspirada em uma fanfic que escreveu da história de Meyer), a qual será adaptada para o cinema e possivelmente terá o ator Ian Somerhalder, que interpreta o vampiro Damon de 'Vampire Diaries', como o protagonistas de '50 Tons de Cinza'. (Alguém mais percebeu "padrões"?! *risos*)

Para melhorar ainda mais o calor da época, a Digital Rio também vai colaborar e lançar a segunda edição da antologia 'Vampiros de Alma - A Lenda de Succubus e Incubus', desejando um Natal muito HOT a todos os fãs de vampiros e outros seres sobrenaturais igualmente sensuais.

No ano do centenário de morte de Stoker não deixe de conhecer o livro 'Drácula Eternamente', antologia em homenagem ao conde vampiro de Bram Stoker e a imortalidade da obra e talento do autor.

Nenhum comentário:

Postar um comentário