Literatura Fantástica nas ondas do rádio

sexta-feira, 13 de outubro de 2017

#LendasSobrenaturais - #OMilagreDoSol faz 100 anos de mistério

Hoje é Sexta-feira 13, um dia que é repleto de mistério e fascino, como já foi dito em um outro post sobre Lendas Sobrenaturais. (Clicar AQUI para ler.)

No entanto, nessa sexta-feira 13 em particular um dos acontecimentos sobrenaturais mais enigmático já registrado pela história mais recente da humanidade faz 100 anos, O MILAGRE DO SOL. Porém vale observar que numa outra sexta-feira, 13 de outubro, no ano de 1307 (há exatos 710 anos), o Rei Felipe IV e o Papa Clemente V, declararam os - até então honrados e devotos - Cavaleiros Templários inimigos públicos número 1. Nesse dia os membros da Ordem dos Templários foram caçados como hereges, presos e posteriormente executados na fogueira por bruxaria.


MILAGRE DE FÁTIMA

Conhecido como "O Milagre do Sol", o fato ocorreu após as primeiras aparições de Nossa Senhora na região de Fátima, Portugal, quando os três jovens pastores, Lúcia, Jacinto e Francisca, estavam pastoreando nas colinas em um dia claro e tiveram a visão. Os três afirmaram que viram a figura de uma Senhora de branco que surgiu após um relâmpago seguido de um trovão.

Como apenas os três a viram, eles afirmaram que a senhora que era mais brilhante que o sol daria a prova de sua presença no dia 13 de outubro de 1917.

A primeira aparição foi em 13 de maio de 1917 e durante os meses que seguiram, todo dia 13, Nossa Senhora apareceu para os pastores, sempre pedindo para que os fiéis orarem pela paz e pela conversão dos pecadores enquanto o dia da prova não chegava. Vale dizer que a época das aparições a Primeira Guerra Mundial acontecia.

O que torna o acontecimento sobrenatural não é a aparição, afinal histórias de semelhantes envolvendo pessoas religiosas não era novidade, foi o que aconteceu no dia marcado para a prova, que ficou conhecido com o "Milagre do Sol".

Com milhares de testemunhas, no dia 13 de outubro de 1917, no terreno da Cova da Iria, perto de Fátima, em Portugal, uma multidão de fiéis esperavam esperando pela prova junto dos três pastores.

Nesse dia não só havia o sobrenatural relatado da aparição de Nossa Senhora de acordo com os manuscritos de Lúcia, mas de acordo com muitas das testemunhas, que após uma chuva torrencial dizem que as nuvens dissiparam e o Sol apareceu. Só que não parecia o Sol que costumava ver, era mais parecido com um tipo de disco fosco que girava no céu. Algumas afirmaram que o Sol também parecia menos brilhante do que o normal e podia ser observado diretamente, sem ficar cego. Outros falaram de luzes multicoloridas o acompanhando.

Esse estranho "comportamento" do Sol fez muitos dos presentes se apavorarem, pensando ser o fim do mundo.

Testemunhas ainda relataram que após o fenômeno, que durou cerca de 10 minutos, suas roupas molhadas de chuva estavam completamente secas, assim como a terra ao redor.

Os relatos das testemunhas do "Milagre do Sol" também fala que o astro pareceu se aproximar da Terra.

No entanto, durante o dia do fenômeno, não foi reportada nenhuma observação científica extraordinária do Sol em observatórios de qualquer parte do planeta, o que faz do acontecido um dos mais sobrenaturais e fantásticos já registrados pela história atual, possuindo diversas teorias entre céticos e até crentes. Porém, após 100 anos, não há nada de concreto que explique o ocorrido, mantendo não só o status de milagre, mas também o tornando um dos eventos sobrenaturais mais misteriosos e fascinantes já relatado e com um número tão grande de observadores, antes da era digital.

Leia+: #LendasSobrenaturais

Na minha coluna Cinelivros, do Portal Ju Lund, há a crítica sobre a adaptação para o cinema do ocorrido, em 'O Milagre de Fátima':
http://portal.julund.com.br/cinelivros/o-milagre-de-fatima

Fonte: Relatos da Irmã Lúcia, atualmente, compilados e reunidos no livro 'As Aparições E Mensagens De Fátima Conforme os Manuscritos da Irmã Lúcia', mas informações disponível da imprensa da época

Nenhum comentário:

Postar um comentário