segunda-feira, 6 de outubro de 2014

Annabelle

O Festival do Rio não seria o mesmo sem os filmes das Mostras Midnight Terror não é mesmo? E um dos destaques da edição desse ano é o prequel de 'Invocação do Mal' (The Conjuring), mostrando a origem da boneca Annabelle com o filme 'Annabelle'.


Baseado em fatos reais, o filme que se passa no ano de 1969, mostra o casal Mia e John prestes a se tornarem pais, até que John (Ward Horton) decide presentear Mia (Annabelle Wallis) com uma boneca de porcelana, para a coleção da esposa.

Quando seus vizinhos são brutalmente mortos em sua casa e um deles segurava a boneca que Mia ganhou de John, é quando fatos estranhos começam a acontecer na vida do casal. Desconfiada dos acontecimentos suspeitos em sua casa, antes e depois da chegada de seu filho, Mia resolve investigar mais a fundo tanto sobre o ocultismo, como sobre a vida e origens de seus vizinhos, especialmente da mulher chamada Annabelle Higgins.

Dirigido por John Leonetti (Efeito Borboleta 2) e roteirizado por Gary Dauberman (Swamp Devil), tem como produtores Peter Safran e James Wan (que dirigiu 'Invocação do Mal'). O longa possui ângulos de câmera que dão sensações ao espectador, tornando a projeção ainda mais verossímil, a história sobrenatural mostrada e assim pregando alguns bons sustos na platéia que grita e ainda se diverte com os sustos de algumas cenas. Alguns chegam a retrucar que é só uma boneca. Será mesmo?

A boneca em si não chega a assustar. Ela não é nenhum Chuck (O boneco da série 'Brinquedo Assassino') dessa geração, mesmo porque a maneira como a história da Annabelle é mostrada é completamente diferente. Apesar dela ser “possuída”, ela não é mostrada em nenhum momento tendo algum tipo de reação humana, exceto quando muda de posições ou de lugares, exatamente como foi descrita pelas enfermeiras que haviam ganho de presente da mãe de uma delas. Antes dela ser entregue ao casal Ed e Lorraine Warren (que aparecem em 'Invocação do Mal') que investiga casos semelhantes e que a mantém a boneca um museu em Connecticut nos Estados Unidos.

A boneca original é muito diferente da boneca do filme e não dá medo algum já que é uma boneca de pano bem no estilo da nossa Emília.

O roteiro está bem escrito e está bem a altura para um prequel de 'Invocação do Mal' e amarra bem as histórias dos dois filmes. Apesar da história do filme ser bem diferente da história original em que foi baseada, ainda assim é possível se assustar e se divertir com o longa.


O filme estreia na próxima quinta-feira, dia 9 de outubro, e é distribuído pela Warner Pictures.

Crítica de Louise Duarte, em parceria com o portal Tabula Rasa:
http://tabularasa.com.br/cinema/criticas

Sobre a franquia Invocação do Mal & Annabelle, leia+:
InvocaçãoDoMal

Para outras dicas de filmes fora das Cabines de Imprensa cariocas, visite a Coluna:
Dicas de Filmes Sobrenaturais

Nenhum comentário:

Postar um comentário